11/10/2016

ENFRENTAR UM DIA MAU



É preciso pensar um pouco antes de partilhar estas dicas convosco, mas a verdade é que não estou num dia mau. Já estive para partilhar convosco antes, num dos meus dias maus, mas não fazia sentido, pois não há paciência sequer para partilhar o nosso estado de espírito. 


Considero-me uma pessoa positiva, apesar de toda a gente ter os seus dias negativos, acho que o stress se apodera de mim e só me apetece gritar sem motivo aparente. ''Meter-me num buraco'' era óptimo, não falar com ninguém era a cereja no topo do bolo, mas temos que pensar nos outros pois ninguém tem culpa, apesar de todos passarmos pelo mesmo.

As dicas que partilho são bastantes óbvias, não descobri a pólvora, apenas acho que se podem identificar com algumas, ou então partilhar algumas das vossas dicas comigo...

Sair para correr
Sim, odeio correr, odeio sentir o sufoco de quem não sabe controlar a respiração e odeio sentir a sensação de dor nas pernas, é horrível! Mas há sensação melhor do que chegar toda ''rota'' a casa, tomar um banho e desfalecer na cama? Quem frequenta diariamente o ginásio pode comprovar que a dor pode provocar também a sensação de realização e bem-estar. O Netflix pode esperar...


Encontrar-se com os amigos
Para mim não há nada melhor do que o convívio com os amigos, afinal são eles que acompanham todas as nossas alegrias, tristezas, vitórias, derrotas, dias bons e maus, quem disse que os amigos serviam apenas para partilhar as coisas boas? Sabe bem ficar na cama o dia inteiro? Claro que sim, agora que o inverno começa aí a espreitar a palavra ''casa'' soa  a paraíso, mas os amigos valem todo o esforço possível e imaginário.


Ouvir música
Quando falo de música, a primeira coisa que me surge na cabeça é Coldplay, adoro adoro adoro, é sem dúvida a minha terapia.


Ser grato
Quando estamos em baixo não há nada melhor do que pensar na vida e rever tudo de bom que aconteceu e sermos gratos por isso mesmo. Nada acontece sem um propósito, e lá em cima existe alguém que sabe o que faz.


Cozinhar
Acho que não existe ideia melhor nos dias menos bons do que pensar em algo para cozinhar, aquele bolinho de chocolate maravilhoso que só de pensar cresce água na boca. Serei eu extremamente gulosa? Para além de ser uma actividade capaz de aliviar o stress é uma actividade que no final vai valer todos os minutinhos dedicados. Afinal quem é o cozinheiro que não prova a sua obra prima?


Ter uma longa e boa noite de sono
Quando estou mais em baixo evito pegar no telemóvel e abrir as redes sociais, pois o tempo passa e não fazemos nada de jeito, literalmente. Prefiro ver um bom filme, algo que me prenda a atenção de uma maneira mais proveitosa do que simplesmente fazer  um ''scroll down'' no feed do Facebook.


1 comentário:

  1. Os meus dias maus costumam ser de caixao à cova!!! Felizmente agora sao cada vez mais raros!!! Chamados os dias da neura!!
    Excelentes dicas ;)
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar